História dos Povos da Antiguidade

1 de jul de 2014

Mitologia Grega

Mitologia Grega é o fruto dos pensamentos e imaginação do povo grego. Na Grécia Antiga, por volta de três mil anos atrás, não existiam estudos científicos que provassem e justificassem as invenções, realizações, acontecimentos históricos, fenômenos naturais, e praticamente tudo no universo ainda existia sem uma explicação que realmente fizesse sentido.

E foi exatamente por esse fato que os gregos, de imaginação fértil, decidiram criar uma variedade de mitos, para que eles pudessem tanto preservar os acontecimentos históricos do seu próprio povo, como também passar conhecimentos e mensagens aos outros povos.

Essas histórias, muitas vezes chamada de lendas ou mitos, fazem parte daquilo que conhecemos nos dias de hoje como Mitologia Grega.

Mitos Gregos
Para explicar os fenômenos econômicos, políticos, sociais e outros, os gregos criaram histórias imaginárias que eram repassadas aos povos principalmente de forma oral. Nos dias de hoje, essas lendas e histórias ainda são de extrema importância, principalmente pelo fato de que encontramos muitas influências na própria civilização grega antiga baseada nesses mitos.

Como Começou a Mitologia Grega

Os gregos antigos tinham como principal característica o fato de que encontravam vida em tudo, e por isso, também buscavam motivos e explicações para cada uma dessas novas descobertas. Há quem diga que os gregos eram dotados de uma imaginação sem igual, e por isso, eles foram responsáveis pela criação de figuras mitológicas, e personagens como centauros, heróis, ninfas, deuses, titãs e muito mais, que puderam influenciar em suas vidas.

Muitos acreditam que a mitologia grega é composta unicamente por uma variedade de deuses, porém, a verdade é que os seres mitológicos gregos eram muito mais extensos.

Entre eles, primeiramente podemos destacar os heróis, que eram seres mortais, que nasceram filhos tanto de seres humanos quanto de deuses, como é o caso de Aquiles e Hércules por exemplo. Já as ninfas são personagens femininas que alegravam bosques, campos e outros locais. Enquanto isso, os sátiros eram personagens com corpo de homem, patas e chifres de bode e os centauros eram metade cavalos e metade homens.

A mitologia grega também é a responsável pela invenção das sereias, que são as mulheres que possuem metade do corpo de cima como mulher e metade de baixo como peixe, que eram seres completamente atraentes com os seus cantos. As górgonas, que eram mulheres com cabelos de cobras e serpentes, sendo o exemplo mais comum a Medusa, e ainda os personagens Quimeras, que era caracterizado como uma mistura entre cabra e leão, soltando fogo pelas ventas.

O Minotauro é certamente um dos principais mitos gregos, e já inspirou muito a indústria cinematográfica, peças de teatro, desenhos, jogos e muito mais. O personagem tinha cabeça de touro e o corpo de homem. O “monstro” era habitante da ilha de Creta, e muitos tentavam matá-lo mais acabavam se perdendo em meio ao labirinto que ele habitava ou sendo mortos pelo próprio Minotauro.

Até que certo dia Teseu, filo do rei Egeu, foi até a ilha para matar o Minotauro. Ao entrar no labirinto, utilizou um fio de lã para não se perder, e matou o Minotauro com uma espada.

Por fim, devemos destacar que os deuses gregos eram as criaturas de maior importância para os gregos, e por isso, eles moravam no topo do Monte Olimpo, caracterizada como o principal da Grécia Antiga. Os deuses tinham características humanas e eram imortais. Alguns exemplos de deuses gregos são: Hades, Zeus, Poseidon, Afrodite, Ares, Atenas e outros.

VEJA TAMBÊM: Os Deuses Olimpicos

0 comentários:

Postar um comentário

Regras para comentários:

Todos os comentários são lidos e moderados previamente.
publicamos somente os comentários que tenham relação com o assunto da postagem.

Parcerias, Dicas e Sugestões entrar em Contato pelo Email: civilizacaoantiga@hotmail.com

Civilização Antiga © Copyright - Todos os direitos reservados.

Proibida a reprodução total ou parcial sem autorização prévia. Só é permitida a reprodução para fins de pesquisas e trabalhos escolares.

Plágio é crime (Artigo 29 Lei 9.610/98)