História dos Povos da Antiguidade

18 de ago de 2014

Julio Cesar - Imperador Romano

Júlio Cesar foi um dos mais importantes nomes da Roma Antiga.

A história antiga é marcada por alguns personagens exemplares que até hoje são reconhecidos junto aos valores de honra e memória em seus países de origem e principalmente por todo o mundo.  Um deste personagens foi o Imperador Romano, Julio Cesar.

Júlio Cesar, uma adaptação do seu verdadeiro e completo nome, Gaius Julius Caesar, foi um Imperador Romano que teve papel essencial na transformação de República para Império.

Se pudéssemos dar um único cargo ao mesmo, poderíamos dizer que ele foi um governante, mas também militar romano, que transformou o período republicado da Roma Antiga em Império. Seu nascimento foi em julho de 100 a.C, e a sua morte em março de 44 a.C.

Entre as conquistas do imperador, se destacam as de caráter militar, visando sempre os avanços da sua cidade natal, Roma. Porém, diferente de muitos outros imperadores, a sua fama e importância começaram a surgir não bem por talento, porém, mais por conta dos escândalos que causou quando se aventurou com mulheres comprometidas, gastou mais do que o necessário em cargos de caráter público e distribuiu terras para os pobres e ex-participantes de guerras.

Porém, o que poucos consideram é que já em 82 a.C, com apenas 18 anos de idade, o Imperador Romano já pôde escapar de uma das maiores perseguições que foram impostas ao ditador romano Sila. Entre os anos de 81 e 79 a.C, o Imperador começou a aparecer positivamente, ao prestar serviços militares em regiões necessitadas tanto na Sicília quanto na Ásia.

Para fugir um pouco dos escândalos causados, nos anos 70 a.C o Imperador também teve a sua atuação como advogado, em defesa do povo de Roma. Em 69 a.C, pôde assumir um cargo de questor do Império, porém, na região da Hispânia. E em 65 a.C tomou o cargo do então Edis Curuis.

O Governo de Júlio César

O Governo de Júlio César foi breve, porém, muito significado. As suas principais decisões no governo envolviam inovação e reformas. Além disso, lutou contra a desigualdade de povos, por uma Roma mais unificada. Como exemplo, o Imperador teve como conquista a redução em 50% do número total de indivíduos naturalizados romanos que dependessem de uma ração de pão do Estado, que eram indivíduos considerados miseráveis durante a fase.

Já em 58 a.C, o Imperador comandou as tropas romanas na batalha de nome Bribacte, que ocorreu em terras galeses. Seis anos depois, comandou novamente o seu exército contra Gália, vencendo novamente na batalha de Alésia.

Mas, foi depois de 10 anos que a ambição tomou conta do Imperador, quando proporcionou a derrota de Pompeu e assumiu o cargo de ditador romano. Apenas um ano depois, em 47 a.C, o exército romano comandado pelo Imperador foi em visita à Campanha Militar que ocorria nas terras egípcias, momento em que o imperador pode conhecer Cleópatra.

Até tu Brutus

Vitorioso, em 46 a.C deu continuidade às invasões, dessa vez no norte do continente Africano. Mas, a sua ambição lhe levou a morte, em março de 44 a.C, quando foi assassinado por conta de uma conspiração que fora criada pelo próprio Senado Romano.

0 comentários:

Postar um comentário

Regras para comentários:

Todos os comentários são lidos e moderados previamente.
publicamos somente os comentários que tenham relação com o assunto da postagem.

Parcerias, Dicas e Sugestões entrar em Contato pelo Email: civilizacaoantiga@hotmail.com

Civilização Antiga © Copyright - Todos os direitos reservados.

Proibida a reprodução total ou parcial sem autorização prévia. Só é permitida a reprodução para fins de pesquisas e trabalhos escolares.

Plágio é crime (Artigo 29 Lei 9.610/98)